Jornal Mural traz as principais notícias da Comunhão

segunda-feira, julho 31st, 2017 98 views

Baixe este post em PDF

O Jornal Mural da Comunhão Espírita é a mídia certa para os frequentadores conhecerem de forma rápida os principais eventos e assuntos da casa espírita.

Produzido pela equipe da Assessoria de Comunicação Scocial, ele está afixado em vários locais da Comunhão. A cada mês, um novo Mural está disponível para você, que pode lê-lo fazendo o download no link abaixo.

http://www.comunhaoespirita.org.br/portal2/index.php/component/phocadownload/category/57-2017-novo?download=427:julho-2017



Campanha alia silêncio e caridade

sexta-feira, fevereiro 14th, 2014 267 views

Baixe este post em PDF

Fonte: Jornal Mural

O silêncio é uma forma de oração, uma necessidade íntima do espírito, além de ser uma condição necessária para a boa sintonia dos trabalhos da Comunhão. Por isso, os frequentadores e trabalhadores da Casa devem procurar manter o silêncio ao entrar e sair, andar pelos corredores internos e externos, esperar pelo atendimento,ouvir a palestra pública e até mesmo falar mais baixo ao usar o celular nas áreas externas e ao encontrar amigos nos corredores, evitando manifestações muito efusivas.

Muitas vezes a pessoa não percebe que está falando alto ao lado de uma sala de aula, do auditório ou mesmo das salas André Luiz e Chico Xavier, cujas janelas altas ficam no nível dos improvisados bancos de bate-papo. E não é somente por meio da modulação de voz que se consegue diminuir os ruídos. Atitudes simples podem fazer enorme diferença na manutenção da harmonia dos trabalhos espíritas. Entre essas atitudes, recomenda-se o cuidado ao mudar cadeiras de lugar (evitando arrastá-las)

e ao andar de sapato de salto (para evitar o ruído), entre outras.

Palestras e tratamentos

Segundo Lisieux Bittencourt, da Assessoria de Cultura e Eventos, “a palestra é uma assepsia que prepara as pessoas para as benesses do passe. O público presente deverá permanecer em silêncio para não interferir nos trabalhos mediúnicos realizados na sala de passe”.

Maria de Fátima Ferreira de Castro, dirigente do grupo Chico Xavier, afirma que “o silêncio interfere na qualidade dos trabalhos e facilita os estudos”. Segundo ela, “as pessoas ainda não despertaram para o fato de a Comunhão ser um ponto de atendimento e de socorro fraterno, como um hospital, no qual é comum o respeito ao silêncio”. Por isso, Fátima orienta os integrantes de seu grupo a serem cuidadosos ao entrarem e saírem da sala de tratamento, evitando vozes altas pelos corredores.

Segundo Gilmar José de Oliveira, também do grupo Chico Xavier, “o silêncio é uma necessidade íntima do

espírito e o bom senso nos pede silêncio num ambiente no qual alguém está ministrando aula ou palestra e,

mesmo que o assunto não nos interesse, a caridade pede silêncio”. Entretanto, Gilmar reconhece que não dá

para esperar silêncio total em volta dos trabalhadores da Casa. Nesse caso, Lisieux recorda a necessidade de

palestrantes e professores serem treinados a se concentrar nos trabalhos, abstraindo-se de ruídos.



Amor divino para curar a dependência química

terça-feira, agosto 9th, 2011 277 views

Baixe este post em PDF

Fonte: Jornal Mural

A quinta edição do Seminário de Dependência Química acontece no dia três de setembro, no auditório Bezerra de Menezes da Comunhão Espírita, a partir das 8h30. O tema do evento será “Amor: único remédio para os males da vida” e será direcionado aos grupos de familiares dos dependentes químicos e aqueles que são adictos, sendo também aberto ao público em geral.

Pela manhã, está marcada a exposição de Eliza Goulart, psicóloga, palestrante espírita e autora de livros sobre dependência química. Ela abordará o tema “O amor de Deus é o remédio para a nossa alma e Jesus nos conduz, atuando como caminho para a verdade e para a vida”. À tarde, será a vez de Ênio Francisco da Silva, psicólogo, palestrante espírita e trabalhador da instituição Aja com Jesus, de Goiânia, para tratamento de dependentes químicos. O tema da palestra será “Como o dependente químico poderá amar-se para preencher o vazio na alma, libertando-se da escravidão do vício?”.

Perguntas e respostas

A dirigente do Serviço de Atendimento Fraterno a Dependentes Químicos e Familiares, da Diretoria de Atendimento e Orientação (DAO), Kátia Maria Sant’Ana, informa que cada palestra será seguida de uma sessão de perguntas e respostas, na qual o público se manifestará através de questionamentos formulados por escrito ao palestrante. Ao final do seminário, os palestrantes farão seus comentários conclusivos.

Uma das organizadoras do evento, Kátia ressalta que a dependência química é reconhecidamente uma doença da alma de difícil, mas possível cura, para qual o sucesso do tratamento dependerá da ligação à Força Maior, que é o amor de Deus atuando no indivíduo desejoso de curar-se. Ela lembra que a Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica a doença como crônica, porém controlável do ponto de vista físico.



Caridade é tema do jornal mural

quarta-feira, abril 7th, 2010 284 views

Baixe este post em PDF

A seguir as princiapais matérias do Jornal Mural Comunhão, do mês de abril, que teve por tema a caridade. Para tanto, foram escolhidas algumas das atividades que a Casa faz relacionada ao auxílio mateial e espiritual.

Domingos são especiais no Nosso Lar
Todos os domingos, o Nosso Lar recebe visitas de grupos da Diretoria de Assistência Espiritual (DAE) e das turmas coordenadas pela Diretoria de Estudos Doutrinários (DED) da Comunhão Espírita. A Casa é uma das principais colaboradoras da instituição, que trabalha em parceria com a Vara de Infância e Adolescência. Hoje, o Nosso Lar tem independência administrativa.
O horário das visitas, que também estão abertas ao público em geral, vai de 9h às 11h30. A DAE organiza a ida de cinco turmas por domingo durante todo o semestre. São mais de 130 grupos, que incluem os de passe nível 1, 2 e 3, de educação da mediunidade, de desobsessão e os das salas André Luiz e Chico Xavier. Já a DED escala semestralmente quatro turmas para visitar o Nosso Lar a cada domingo. São 58 grupos do Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (Esde) e nove grupos do Estudo Avançado da Doutrina Espírita (Esade).
Segundo Cláudia Vilhena, diretora de Integração Social do Nosso Lar, as pessoas que vão à instituição são recebidas pela presidente, Nilce Serafini, e conhecem o local, as crianças e o trabalho desenvolvido ali. Logo no início do horário de visitas, as crianças recebem o passe nas cinco casas que abrigam, no máximo, 14 menores de idade e duas mães sociais. Após esse momento, os visitantes estão livres para brincar com as crianças.

Sopa é um chamariz para a evangelização
A distribuição da “sopa”  por voluntários tem sido um “chamariz” para levar o evangelho a vários públicos, explica Carlos Braga, da Diretoria de Promoção Social (DPS). “Era uma proposta que já circulava pela Casa. Por isso, rapidamente conseguimos montar um grupo”, ressalta o dirigente. A ação teve início em setembro de 2008. Hoje conta com o auxílio de 40 pessoas, que levam duas vezes na semana o alimento material e espiritual a pessoas carentes em Samambaia, em Itapuã, na Rodoviária do Plano Piloto e no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN).
Antes de servir as refeições, é  feita uma pequena palestra com base no Evangelho Segundo o Espiritismo. “Estamos planejando introduzir um domingo na Comunhão, com café  da manhã e brincadeiras. A ideia é trazer as famílias de regiões onde estamos atuando”, revela Braga.  Ele também comemora a integração que está acontecendo entre membros da DPS e do Ensino Sistematizado da Doutrina Espírita (Esde). “Uma das turmas se comprometeu com os trabalhos do terceiro domingo do mês, em Samambaia” (Grupo Maria Dolores, da fase 2A, dirigido por Clara Lúcia Honório).

Espíritas visitam colônia de hansenianos
O Grupo Allan Kardec, formado por frequentadores da Comunhão e de outros centros espíritas do Distrito Federal, mantém um trabalho mensal de visitas a duas colônias de hansenianos. Nos primeiros domingos dos meses pares, o grupo passa o dia  na Colônia de Anápolis e, no segundo domingo dos meses ímpares, segue para a Colônia Santa Marta, em Goiânia.
O grupo freta e divide as despesas de um ônibus com 48 lugares, que sai sempre lotado às 6h da manhã, com retorno por volta das 19h. Segundo Dirce Maria Roça, da Comunhão, qualquer pessoa pode participar das visitas, mas é preciso, alguns dias antes, dar nome e número da identidade para serem encaminhados ao Departamento de Estrada de Rodagem (DER), para regularizar a viagem do ônibus.
Nas colônias, o grupo faz visita aos lares, entrega cestas básicas nas casas visitadas e também, conforme a necessidade específica das famílias locais, distribui, quando possível, remédios; roupa de cama, banho e higiene pessoal; material hospitalar e fraudas descartáveis, entre outros itens.
Para mais informações ou doações, procurar Iraídes (tel 3223-5871) e Mário (9977-1087)

Centro de Cavalcante é um sonho realizado
Fundado em fevereiro de 1993, o Centro Espírita Aprendizes do Evangelho conta com aproximadamente 40 colaboradores que atuam em atividades culturais, esportivas, cursos profissionalizantes e assistência e promoção social na cidade de Cavalcante (GO).
Kaibar Silveira, presidente do centro, lembra que a ideia começou na década de 1980, quando ainda era trabalhador da Comunhão. “Somei todas as experiências vividas em Centros Espíritas que visitei, e, ao me aposentar, mudei-me com a família para realizar o sonho de formar um núcleo de ajuda efetiva aos irmãos que mais necessitam”, explica.
Hoje o sonho se transformou no fornecimento de 78 mil pratos de alimentos por ano, 4,3 mil latas de leite em pó, distribuídos somente em 2009, além de medicamentos fornecidos aos assistidos, atendimentos psicológicos, terapêuticos e espirituais, entre muitos outros.
Mais informações
Fone (61) 96966622
www.aprendizesdoevangelho.org.br

Mensagem
Necessidade da caridade Paulo de Tarso
Ainda quando eu falasse todas as línguas dos homens, e mesmo a língua dos anjos, se não tivesse caridade, não seria senão como um bronze sonante, e um címbalo retumbante; e quando eu tivesse o dom da profecia, penetrasse todos os mistérios, e tivesse uma perfeita ciência de todas as coisas; quando tivesse ainda toda a fé possível, até transportar as montanhas, se não tivesse a caridade eu nada seria. E quando tivesse distribuído meus bens para alimentar os pobres, e tivesse entregue meu corpo para ser queimado, se não tivesse caridade, tudo isso não me serviria de nada.
A caridade é paciente; é  doce e benfazeja; a caridade não é invejosa; não é  temerária e precipitada; não se enche de orgulho; não é  desdenhosa; não procura seus próprios interesses; não se melindra e não se irrita com nada; não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo suporta, tudo crê, tudo espera, tudo sofre.
Agora, essas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade permanecem; mas, entre elas, a mais excelente é a caridade 
(São Paulo, 1ª Epístola aos Coríntios, cap.XIII,v. de 1 a 7 e 13).

Estante Espírita
O tema escolhido para o mês de abril foi Caridade. Como este preceito está contido em quase todos os volumes que compõem a Doutrina, selecionamos livros e DVD onde o tema está explicitado de forma mais densa e didática.

Dvd – caridade através de vídeo
 Vídeo de Antonio César Perri de Carvalho, diretor da Federação Espírita Brasileira (FEB) e membro da Comissão Executiva do Conselho Espírita Internacional (CEI), que expõe  a proposta dos Espíritos Superiores, com a concretização do Livro dos Espíritos, codificado por Allan Kardec. O conteúdo tem o formato de vídeo-aula para uma agradável fixação do tema e serve de importante base para os que desejam conhecer o planejamento dos espíritos e a responsabilidade daqueles que abraçam a causa da nova revelação cristã.
DVD – MISSÃO DOS ESPÍRITAS, vídeo-aula em Português, 55 minutos, colorido, Produção TV CEI.com, distribuição Conselho Espírita Internacional, na livraria da Comunhão  – R$ 25,00
Caridade através da verdade
O volume apresenta mais de cem mensagens contendo comentários das lições do Evangelho segundo o Espiritismo, de onde os benfeitores espirituais extraem temas  como amor, caridade, mediunidade e otimismo. São recados diretos ao coração dos que anseiam pela vigência do Reino de Deus no mundo, retratando a singela beleza das lições de Jesus e da obra de Allan Kardec. Enfatiza o momento aflitivo por que passa a Terra, alertando aos homens para a inadiável necessidade da construção da paz e da renovação íntima através do trabalho do bem.
O ESPÍRITO DA VERDADE, por espíritos diversos, psicografado por Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, 12,5cm x 17,5cm, 352 páginas, 17ª. Edição, 1ª. Reimpressão, da Coleção Estudando a Codificação, FEB – Federação Espírita Brasileira, Rio de Janeiro – RJ, 2009, na livraria da Comunhão  – R$ 14,30
Caridade à luz dos espíritos
O livro foi editado em comemoração à Feira do Livro Espírita, realizada pelo Conselho Metropolitano Espírita, órgão da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo. Escrínio (nome do livro) é um armário ou variedade de mesa, às vezes aparelhado com escaninhos, em que se guardam papéis utensílios de escrita; escrivaninha; pequeno cofre. Este volume, ditado por Emmanuel, traz mensagens de autores espirituais sobre as virtudes para os seguidores da Doutrina Espírita e os preceitos que precisam ser desenvolvidos na reforma íntima. Um desses temas é a caridade, que precisa ser desenvolvida, sem a qual não haverá salvação. Uma coleção de textos para serem lidos, que certamente levará  o leitor à reflexão e ao aprimoramento dentro da doutrina.
ESCRÍNIO DE LUZ, pelo espírito de Emmanuel, psicografado por Francisco Cândido Xavier, 13cm x 18cm, 220 páginas, Casa Editora O Clarim, do Centro Espírita Amantes da Pobreza, Matão – SP, na Livraria da Comunhão – R$ 13,00



Estante Espírita faz indicações de leitura sobre reforma íntima

sexta-feira, março 5th, 2010 209 views

Baixe este post em PDF

Fonte: Jornal Mural da Comunhão (edição de março)

O tema deste mês é a transformação das pessoas, com a reforma íntima para uma vida mais proveitosa e próxima de Jesus, e do planeta, através da doutrina espírita auxiliando a transformar a Terra de provas e expiações para um planeta de regeneração, com a evolução da humanidade.

 

Transformação através do conhecimento

Um dos cinco livros que compõem a Codificação Espírita, conjunto de ensinamentos transmitidos por espíritos superiores organizado e comentado por Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo encerra a essência do ensino moral de Jesus e por isso constitui o abrigo de adeptos de todas as religiões. A obra oferece um roteiro seguro para a reforma íntima, apontada por Cristo como indispensável para alcançar a felicidade vindoura e a paz interior, conquistas que somente a observação das leis divinas pode proporcionar ao espírito na sua caminhada evolutiva para Deus.

Em seu capítulo final, o Evangelho apresenta uma coletânea de preces espíritas, para as mais variadas situações, pois os espíritos têm dito que “a forma nada vale; o pensamento é tudo. Um bom pensamento vale mais do que um grande número de palavras com as quais nada tenha o coração”.

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO – Allan Kardec, 1ª. Ed.,Paris, 1864, Edições FEB – Federação Espírita Brasileira, 127ª. Ed., 544 páginas, 12,5 x 17,5 cm, Rio de Janeiro, 2008, na Livraria da Comunhão – R$ 12,00 Edições de bolso, a partir de R$ 4,95.

 

Transformação através da pesquisa

O autor, espírita por convicção desde jovem, aos 19 anos foi um dos diretores da Federação Espírita do Estado do Espírito Santo (FEEES), sócio fundador da Casa Espírita Cristã, em Vila Velha (ES) e idealizador e fundador da Fundação Espírito-Santense de Pesquisa Espírita (FESPE). Suas tarefas espíritas mostraram-se abrangentes, junto a crianças, jovens e adultos. Seus conhecimentos científicos, didáticos e pedagógicos foram úteis na pesquisa e divulgação da Doutrina Espírita.

O volume apresenta uma análise comparativa entre as teologias apresentadas dentro da revelação cristã, acrescentando-se a visão espírita sobre as principais idéias, dogmas e artigos de fé. A obra ensaia uma tentativa de extirpar do cristianismo os mitos, as lendas, os atos exteriores ou liturgias que constituem obrigações religiosas, em detrimento do conceito da verdade libertadora que Cristo preconizou e o espiritismo fez reviver.

Os assuntos tratados vêm influenciando a humanidade desde tempos antigos, quando o homem deu início à idéia religiosa, assim que escolheu algo para adorar, ou melhor, para idolatrar, como os fenômenos da natureza, animais, ídolos de pedra, o fogo, os astros celestes, reis e heróis, seres espirituais, indo da idolatria aos deuses mitológicos, passando pela concepção de um deus único ao Deus Pai e Criador, justo e bom.

TEOLOGIA ESPÍRITA – de L. Palhano Jr., LD – León Denis Gráfica e Editora, 488 páginas, 14 x 21 cm., 2ª. Edição, Rio de Janeiro, 2008, na Livraria da Comunhão – R$ 29,90.

 Transformação através da palavra

Palestra de encerramento das comemorações dos 150 anos da publicação de O Livro dos Espíritos, proferida no 2º Congresso Espírita Brasileiro, realizado em Brasília (DF).

Divaldo Franco é educador, orador e médium espírita. Conta com mais de 200 títulos publicados e é reconhecido como maior divulgador da doutrina espírita na atualidade.

Na palestra, Divaldo apresenta uma das exposições mais abrangentes sob o aspecto histórico e científico das provas da existência de Deus, além do papel da obra inicial do espiritismo para a regeneração da humanidade.

DVD – EDIFICAÇÂO DE UM MUNDO MELHOR – Palestra de Divaldo Pereira Franco, colorido, 160 minutos, Sistema NTSC, Produção TVCEI.com, na Livraria da Comunhão – R$ 25,00.