Arquivo

Chegou a hora de construirmos a nossa paz

quarta-feira, junho 3rd, 2020 228 views

Baixe este post em PDF

Nos últimos dias, têm aparecido notícias sobre conflitos no mundo todo, mesmo em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19). Observamos os acontecimentos e nos perguntamos: Aonde está a paz?

Para clarear as mentes em relação ao tema, Ruth Daia conversou sobre “Cultive a tua paz” em palestra realizada no canal da Comunhão no Youtube. Recorrendo a livros, orações, músicas e poesia, Ruth mostrou que a paz sempre volta para aqueles que a levaram.

“Sejamos sempre instrumento da paz. No mundo, há muitas pessoas sem esperança. Nesses tempos, estamos nos olhando todos os dias, temos pouca opção para fugir”.

Às vezes, Daia lembrou, não temos paciência para esperar o momento de dificuldade passar. Ao invés de refletir sobre o que está acontecendo e aprender com os problemas, o desespero bate.

“Tudo passa. A tristeza de ontem não é a mesma de hoje. Hoje, estudei sobre cultivar a paz. O que me afligia ontem, não me aflige mais. Deus está cuidando de nós. Ao homem que quer a paz, é imprescindível que trabalhe seu mundo interior”, destacou.

A intuição está presente na vida de todas as pessoas, mas é necessário pausar para percebê-la e reformar o próprio mundo.

“Precisamos trabalhar a paz todos os dias. Estamos nos acostumando a ficar mais em casa e a desenvolver a paciência e a esperança dentro de nós”.

Ruth deu exemplos de situações em que exigimos a paz, mas, na prática, estimulamos sentimentos opostos ao nosso redor. Citou os casos de vizinhos que não se dão bem e de colegas de trabalho que possuem relações conflituosas.

“A comodidade não desenvolve nenhum sentimento maior. É preciso se preparar para tudo que vamos fazer na nossa vida. Ninguém atinge o bem-estar em Cristo sem esforço, disciplina de sentimentos e iluminação de raciocínios”, ela contou.

A luz clareia para o caminho da paz. Além do amor que, como disse Ruth, nos afasta do ódio, do rancor e das trevas. “Se levar a paz a alguém e esse alguém não precisar, que ela volte e fique com a gente, com o nosso planeta. Chegou a hora de construirmos a nossa paz”.

Confira a palestra abaixo e se inscreva no nosso canal no YouTube. De segunda a sexta, às 8h, 16h e 18h, são realizadas palestras ao vivo. Aos sábados, às 17h e 19h. Domingo, às 18h. Escolha o melhor horário para você!

 

 



João Leal: “A solidão da evolução espiritual é acompanhada pela solidariedade”

quarta-feira, maio 20th, 2020 292 views

Baixe este post em PDF

No atual momento de distanciamento social, locais comumente procurados por aqueles que precisam escutar uma palavra fraterna, fazer tratamento espiritual e ser ouvidos estão com suas atividades presenciais suspensas.

Nesse contexto, João Leal, orador espírita e conselheiro da Comunhão, levantou a questão: “Qual é o verdadeiro templo?”. A palestra foi realizada no último domingo (17) no canal da casa no YouTube.

“Sabemos que o momento é delicado, mas, também, pode ser rico para quem souber aproveitá-lo. Uma oportunidade de crescimento espiritual que a grande maioria não está percebendo”.

Com o isolamento social, disse Leal, estamos percebendo muito mais uns aos outros, mesmo com a maioria das conversas sendo virtuais.

O verdadeiro templo

E, no meio disso tudo, qual seria, então, o verdadeiro templo? A nossa intimidade, lembrou o palestrante. “É perceber a presença de Deus em nós, de dentro para fora”.

O processo evolutivo é solitário e é de responsabilidade de cada indivíduo. Entretanto, destacou ele, há uma enzima maravilhosa passada a cada um de nós: a solidariedade.

“A solidão da evolução espiritual é acompanhada pela solidariedade. Estender a mão ao outro. E ter fé, palavra pequena e com uma dimensão enorme”.

Antes da pandemia do Coronavírus, havia a necessidade de buscar os templos, como os centros espíritas, para alcançar a própria intimidade. Agora, não há templos à disposição. E podemos perceber que Deus está presente no templo da intimidade, que antes não costumávamos olhar.

A importância do trabalho

“Devemos cumprir a trajetória com trabalho e solidariedade. Às vezes, a vida nos tira de um ponto e nos coloca em outro. Ao invés de questionar, agradeça. Cada pedaço de chão da nossa trajetória de vida é conquistado”, explicou João.

Solidariedade abrange desde ligar para alguém a olhar para o outro com cuidado. “Trabalho é de todos. Todos nós temos que fazer a nossa parte e trabalhar com firmeza. Nascemos com um objetivo”.

Não sejamos religiosos de prateleira que, como conceituou o orador, é o mesmo que colocar o Evangelho na estante sem manuseio, tornando-o uma energia parada.

“A teoria precisa ser levada para a ação, para o trabalho. Se não pode fisicamente, a mente pode trabalhar no exercício vibratório positivo. Para colaborar, não precisa de templo. Precisa do coração, da luz, de vibração positiva”, finalizou.

 

Assista a palestra na íntegra aqui.

De segunda a sexta, às 8h, 16h e 18h, estão sendo realizadas palestras ao vivo no nosso canal do YouTube. Aos sábados, às 17h e 19h. Domingo, às 18h. Escolha o melhor horário para você!

Por: Nicole Guimarães



Sobre ser luz no mundo

quarta-feira, maio 13th, 2020 241 views

Baixe este post em PDF

“Vós sois a luz do mundo”, nos convidou Jesus. E também nos ensina a oração de São Francisco: “Onde houver trevas que eu leve a luz”.

Foi com essas inspirações que Carla Daniela Leite palestrou, no último dia 11, no canal da Comunhão no YouTube. Em sua bela explanação, contou que não importa o tamanho da luz, ela iluminará, da melhor forma possível, os ambientes e as pessoas ao redor.

“Toda a escuridão do mundo não é capaz de apagar a luz de uma simples vela, ela se sobrepõe”.

A luz pode não iluminar todo o ambiente, disse Carla, mas para aqueles que têm dores pode ser o sinal de que existe vida, uma opção. “Algo belo que pode surgir mesmo diante da escuridão”.

A palestrante citou exemplos dos campos de concentração nazista e de sua experiência em visitas a presídios brasileiros. “Mesmo nesses lugares, com muita violência e sofrimento, tiveram pessoas que levaram luz. Nos campos, pessoas repartiam o único pedaço de pão que tinham. E foram verdadeiros focos de luz naquele momento”.

A esperança na vida daqueles que estão desacreditados pode surgir a partir de uma pequena luz que surge no caminho. Em todos os lugares, existem pessoas que levam bondade àqueles que necessitam e, muitas delas, não estão nem estarão nos registros por aí.

Leite lembrou que  nem sempre a luz será aceita e citou o livro “O Mito da Caverna”, de Platão. “Às vezes, ela é combatida por aqueles que não entendem. Algumas pessoas não estão prontas para entender a luz, mas fica a semente. Depois, florescerá”.

O estudo da Doutrina Espírita, explicou a oradora, nos mostra que, necessariamente, encontraremos nosso caminho. “Dores e desafios serão superados. Toda escuridão é temporária. Vamos caminhar para a luz, essa é a certeza que temos. Não precisamos impor nossa luz, basta que ela se faça presente. As pessoas reconhecerão no tempo delas”.

Para isso, foi destacada a necessidade de cuidarmos da nossa própria luz, fazendo-a brilhar cada vez mais, onde quer que esteja. “Nós temos nossos talentos e precisamos afiá-los para termos mais eficácia. Precisamos trabalhar para a luz ser um instrumento e brilhar”.

A semente vai florescer.

Confira a palestra na íntegra aqui. De segunda a sexta, às 8h, 16h e 18h, estão sendo realizadas palestras ao vivo no nosso canal do YouTube. Aos sábados, às 17h e 19h. Domingo, às 18h. Escolha o melhor horário para você!

Livro recomendado: “Caminho, verdade e vida”, de Chico Xavier, pelo espírito Emmanuel.

Adquira seus livros através do Delivery da Livraria da Comunhão Espírita de Brasília Pedidos através do email: livraria@comunhaoespirita.com ou por Whatsapp/Telefone: (61)3048-1828. Em breve, entrega para todo Brasil, através de nossa Livraria Virtual.

Por: Nicole Guimarães.



Acredite e dê o primeiro passo, não abandone seus sonhos

terça-feira, maio 12th, 2020 272 views

Baixe este post em PDF

Lembra aquela sensação de estar no campo? De observar a natureza, colocar o pé no chão, com calma. Foi mentalizando esse cenário que Geraldo Campetti, vice-presidente da Federação Espírita Brasileira, iniciou palestra online no último domingo (10).

A partir do tema “devagar, mas sempre”, o orador espírita utilizou exemplos da natureza para ilustrar a importância da perseverança e da paciência para se alcançar um fim. “Tudo acontece e se transforma de pouco em pouco, com equilíbrio e harmonia. A floresta nasce de sementes que a princípio não havia significado algum. As sementes vão se espalhando e constituindo belas florestas”.

Cada ponto da trajetória tem seu significado. Até as cidades ricas, como São Paulo, disse Campetti, foram edificadas palmo a palmo. Os rios, da mesma forma, são vários filetes até chegar ao ponto de desaguar no mar.

Não abandone seu sonho

O palestrante lembrou da importância de sonhar, de pensar em algo que seja bom e alegre. “Acreditar e não abandonar. Uma caminhada de mil milhas inicia com o primeiro passo”.

Assim como a natureza, o indivíduo também precisa se harmonizar com o tempo e não se precipitar. Para Campetti, o ideal é “não fazer tudo de uma vez, ter calma. A vida, em toda parte, está sempre se renovando. As pausas mentais e sentimentais são necessárias”.

Sobre alcançar um sonho, destacou que, às vezes, aquele que vai mais devagar é o que consegue chegar ao destino. “Já os que são afoitos não. Para chegar ao objetivo final, precisamos de paciência. Ouvir o silêncio da nossa alma. A meditação e a oração podem auxiliar”.

Geraldo Campetti encerrou a conversa encorajando todos a viver e a ser feliz:

“Temos nossas mazelas? Sim, temos as partes das sombras. Mas precisamos ter paciência, seguir com perseverança. Deus habita a intimidade do nosso coração. Deixar nos envolver pelo espírito divino, deixando que o coração manifeste a coragem. Tomando as melhores decisões. Não há problema insolúvel”.

Confira o vídeo completo no canal da Comunhão no YouTube.

De segunda a sexta, às 8h, 16h e 18h, estão sendo realizadas palestras ao vivo no nosso canal. Aos sábados, às 17h e 19h. Domingo, às 18h. Escolha o melhor horário para você!

Livro recomendado: Fonte Viva, de Chico Xavier, pelo espírito Emmanuel.

Por: Nicole Guimarães.



Evangelização criativa

sexta-feira, novembro 14th, 2014 318 views

Baixe este post em PDF

Exibindo ATT00010

Comunhão tem consolidado a evangelização infanto-juvenil para construir um mundo mais solidário e fraterno

 

O codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec, prega em Obras Póstumas que “é pela educação, mais do que pela instrução, que se transformará a humanidade”. Isso tem se tornado um grande desafio para as famílias e educadores nos dias de hoje. Para enfrentar esse desafio, a Comunhão tem consolidado, ao longo dos anos, o curso de evangelização para crianças e jovens, buscando a construção de um mundo mais solidário e fraterno.

A Casa oferece soluções criativas para crianças e jovens. Os evangelizadores buscam montar maquetes, painéis, quebra-cabeças, por exemplo, construídos com a participação dos alunos sobre assuntos vinculados à Doutrina.

De acordo com o responsável pela Diretoria de Infância e Juventude (DIJ), Djalma Leite, o foco da evangelização “é levar às crianças e aos jovens a mensagem de Jesus, sempre atual, à luz da Doutrina Espírita”. O Diretor revela que eles passam a compreender a importância do seu papel diante da sociedade que os acolhe, com atitudes mais tolerantes e fraternas.

Repórter: Vânia Gurgel