Arquivo

Passe: terapia ou ilusão foi tema do Comunhão Inspira

sexta-feira, abril 6th, 2018 437 views

Baixe este post em PDF

Todos que chegam a uma casa espírita deparam-se  com a prática do passe. Seja ao final de uma palestra pública, seja como parte do tratamento físico-espiritual, o passe é por vezes motivo de dúvida  em relação ao seu funcionamento e benefícios.  O tema foi abordado no “Comunhão Inspira” que aconteceu no último sábado, dia 31 de março, e teve como convidada a vice-presidente da Comunhão Espírita Maria Luiza Bezerra.

Durante a entrevista, a plateia participou com perguntas. Malu explicou que o passe funciona como uma complementação à medicina terrena e que não é uma ilusão, mas tem bases científicas, além de destacar a importância da fé no processo de recebimento das energias do passe, citando as palavras de Jesus “Tua fé te curou”.

Em uma das perguntas, a vice-presidente explicou que, apesar de igual aplicação, o passe pode ter objetivos diferenciados. “ Existem três tipos de passe: o magnético, que é dado por irmãos que estudam o magnetismo; o passe espiritual, que é dado no salão ou assim que chegamos em uma casa espírita; e o passe misto, que alia a energia que vem da espiritualidade superior com a energia do médium que o aplica”.

Além dos tipos de passes, outro ponto esclarecido foi sobre a movimentação das mãos do passista em relação ao receptor. Cada fase do passe tem um objetivo. A primeira delas é o passe dispersivo, que é aplicado no início e tem como objetivo a assepsia do nosso perispírito. A segunda é a doação da energia e, por ultimo, a concentração da energia.

Malu destacou também os benefícios do passe nas doenças cármicas, que na maioria das vezes não têm cura física. “Com a ajuda do passe,  teremos a coragem e entendimento para levarmos nossa vida adiante”, disse. Ela finalizou explicando que as leis divinas são sábias e tudo que nos acontece é para o nosso progresso espiritual.

Assista ao Comunhão Inspira:

Por Bruno Ramos



Comunhão Inspira deste sábado (24) aborda o tema O Bom Combate

sexta-feira, fevereiro 23rd, 2018 201 views

Baixe este post em PDF

No próximo sábado, dia 24, a Comunhão inicia a temporada 2018 do Comunhão Inspira falando sobre tema “O bom combate”.

O apresentador Wagner Tadeu entrevista a convidada Antônia Nery às 19h, no auditório Bezerra de Menezes.

O evento é transmitido ao vivo pela TV Comunhão e Rádio Comunhão. Não perca!



Comunhão Inspira entrevista Laerte Marques sobre intercâmbio mediúnico

terça-feira, fevereiro 6th, 2018 206 views

Baixe este post em PDF



Intercâmbio mediúnico é tema do Comunhão Inspira deste sábado (30)

sexta-feira, dezembro 29th, 2017 483 views

Baixe este post em PDF



Comunhão Inspira deste sábado (18) traz Neuza Zapponi com o tema Relações Familiares

sábado, novembro 18th, 2017 363 views

Baixe este post em PDF

A convidada Neuza Zapponi apresenta o tema Relações Familiares no Comunhão Inspira deste sábado, dia 18. Com apresentação de Wagner Tadeu, o programa de entrevistas é realizado às 19h, no Salão Bezerra de Menezes da Comunhão Espírita.

Neuza Zapponi é escritora, palestrante, facilitadora de cursos de autotransformação (reforma íntima) e formação de trabalhadores espíritas. Filiações de trabalho: Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF) e Comunhão Espírita de Brasília. Profissional por quarenta e sete anos em Psicologia e Educação. Possui vasta experiência no atendimento a pessoas em sofrimento profundo (perdas, traumas, crises severas, doenças graves). É professora-doutora aposentada da Universidade de Brasília (UnB) e ex-professora da University of Texas (USA).

A família não é uma criação da sociedade, mas sim, uma necessidade da sociedade. Assim, o relaxamento dos laços de família, representam recrudescimento do egoísmo em nosso corações.



“Você é um propagador de escândalos ou você quer se modificar?”

sábado, outubro 28th, 2017 777 views

Baixe este post em PDF

Quanto tempo você passa lendo o noticiário repleto de mensagens negativas em comparação ao tempo gasto com boas conversas, boas leituras e mensagens edificantes? Foi a pergunta que o palestrante Jack Darsa fez à plateia presente no Comunhão Inspira deste sábado, dia 28, na Comunhão Espírita de Brasília.

Sob a intermediação do entrevistador Wagner Tadeu, Jack Darsa abordou o tema do pessimismo nos dias de hoje sob a ótica da transição planetária  e deu dicas práticas para evitar ser contaminado por esse tipo de energia.

Segundo o palestrante, estamos em franco processo de evolução, apesar de todas as opiniões que consideram que o mundo está piorando. “Há cerca de cem anos, países da Europa e os Estados Unidos passavam por crises moral e política tão difícieis quanto a nossa”, avaliou.

No momento da transição planetária que vivemos, de um mundo de provas e expiações para um mundo de regeneração, é preciso amadurecer. “Sem a dor e a dificuldade, não conseguiríamos a transformação”, ponderou Jack Darsa.

Diante da pergunta sobre como não ser pessimista com todas as notícias difíceis com as quais somos inundados logo pela manhã, Darsa salientou a necessidade ou não de nos expormos a esse tipo de informação. “É você quem determina como sua alma vai estar. Tem gente que só comenta desgraça. Que tipo de energia você está emanando? Você é um propagador de escândalos ou você quer se modificar? Porque em algum momento, nesta ou na outra vida, você será chamado à transformação moral”,  enfatizou.

Para Darsa, o momento exige que se tenha “olhos de ver”, ou seja, se você quer enxergar algo melhor, é preciso se esforçar para ver os fatos que demonstram que vivemos num mundo melhor. “Existem pessoas que passam a vida reclamando. Estamos conscientes desse movimento”, questionou à plateia.

Para abrandar o pessimismo, o palestrante deu uma dica: faça uma avaliação de quais informações você está se alimentando e tome cuidado com as notícias que trazem emanações negativas.

Não pôde assistir ao Comunhão Inspira? Então não perca no link abaixo.