Leia mais notícias...

Palestras

Cursos de autoconhecimento promovidos pela AME-DF continuam ensinando práticas de ensinamento para evolução espiritual

22/09 | Editado por: Marcos Giesteira
Este post já recebeu 679 views
Baixe este post em PDF

O poder foi o tema apresentado no Ciclo de Palestras da Associação Médico Espírita do Distrito Federal (AME-DF) realizado nesta quarta-feira (20/9), na Comunhão Espírita de Brasília (CEB). A palestrante e professora Kátia Carrijo trouxe dicas e conceitos de filósofos sobre a questão do poder. Segundo argumentos apresentados, o poder é a capacidade de agir e de produzir efeitos, podendo variar de indivíduos, grupos sociais e animais.

Entre os filósofos, está Gerard Lebrum, que destaca três conceitos: potência, força e poder. A potência está entrelaçada aos recursos que provocam um efeito. Enquanto que a força tem a capacidade de modificar comportamentos em outras pessoas. O poder está em um patamar acima, uma força maior, em que as pessoas aceitem ou se submetam a determinada situação. “ Não confundir com a condição de se impor a alguém, de impor a própria vontade contra qualquer resistência e sim, dispor de uma autoridade”, explica Kátia.

Outro filósofo abordado foi Max Weber, que define a diferença de potência e poder. O primeiro vem na condição da oportunidade de impor sua vontade no interior. O poder, na visão do autor, existe quando uma potência se explica de uma maneira muito objetiva.

A palestrante discorreu sobre os diferentes tipos de poder, como a coerção (exploração do medo); a recompensa (exploração de interesses), em que a pessoa só faz alguma coisa se tiver um prêmio ou ganho; e o poder de competência, em que baseia-se no respeito por um profissional, como exemplo, a confiança nos remédios de um médico. Além desses, foram apresentados outras formas de poder, como de legitimidade (hierarquia), informação (poder no conhecimento, na informação e argumentação), persuasão (capacidade de sedução), poder de ligação e o poder de carisma (exploração na admiração).

Por fim, Kátia destacou o poder positivo como o principal deles. “ Esse é a vida na plenitude. O poder não é negativo, mas sim a manifestação dele”, disse. Segundo o autor James Hillman, do livro “Tipos de Poder”, é possível exercer o poder de maneira empresarialmente eficaz, psicologicamente curativo e pessoalmente gratificante”.

As aulas “Estudando as Emoções” são lecionadas por Kátia, semanalmente, e nos fazem pensar sobre os diferentes sentimentos e situações do ser humano. O intuito dos encontros é abordar conceitos da Doutrina Espírita com foco no universo psíquico, utilizando temas como “O Mundo Interior”, “Estudando as Emoções”, “O Caminho Terapêutico com Jesus” e o “Integrando saberes para entender a saúde”.

“Nessas aulas estamos tentando trazer a consciência, ensinar para quem quer aprender a expandir a consciência. Estamos vivendo um mundo de transição planetária e o único jeito de manter o equilíbrio é sintonizando com a nossa existência para chamar a atenção da consciência”, destacou.

Por Bruno Saviotti

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.