Leia mais notícias...

Destaque

Abrigo Nosso Lar realiza Campanha de Natal para arrecadar até R$ 400 mil

03/11 | Editado por: Tarsila Braga | Atualizado por: Ana Cristina Sampaio Alves
Este post já recebeu 479 views
Baixe este post em PDF

Sorteio de carro vai angariar fundos para manter 45 crianças abrigadas

O abrigo Nosso Lar, que atende há 47 anos crianças em medida de proteção, lançou no último sábado (31/10), a campanha Criança-Natal, que irá sortear um carro Fiat Mobi 0km para arrecadar dinheiro para a instituição. O sorteio ocorrerá no dia 30 de dezembro, às 19h. A campanha conta com o apoio da Comunhão Espírita de Brasília, que doou o carro para o sorteio.

A aquisição de bilhetes para sorteio do Fiat Mobi pode ser feita após o cadastro na plataforma da Campanha Criança-Natal Nosso Lar. Pode ser adquirido mais de um bilhete por pessoa e cada cupom custa R$ 20. O período para a compra dos cupons vai até às 23h59 do dia 28 de dezembro e a apuração será realizada às 19h do dia 30 de dezembro, pelo sorteio da Loteria Federal.

Segundo Patrícia Braga, professora na instituição por 26 anos e sua atual presidente, 30 crianças moram no local até serem reintegradas às suas famílias de origem ou adotadas por famílias selecionadas pela Vara de Infância e Juventude. Caso nenhuma das situações ocorra, as crianças permanecem até os 18 anos no Nosso Lar.

A casa também hospeda 15 crianças em tratamento de saúde acompanhadas de suas mães. “São menores muito carentes que chegam para uma simples consulta na capital ou até para tratamentos longos, como transplantes. Chegamos a hospedar uma menina transplantada e sua mãe por dois anos”, esclarece Patrícia, que salienta a grande responsabilidade da instituição em casos de extrema fragilidade emocional da família por conta da doença da criança.

Campanha Criança-Natal Nosso Lar

Em 2020, devido à pandemia, Nosso Lar ficou impossibilitado de realizar a tradicional festa junina, fonte da maior parte dos recursos financeiros da instituição durante todo o ano. Além do convênio com a Secretaria de Ação Social do GDF, cujos recursos são utilizados nas despesas com funcionários, a casa sobrevive graças a doações de associados, que também foram reduzidas este ano.

“O sorteio do carro foi uma ideia do presidente da Comunhão Espírita de Brasília, Adilson Mariz, que, sabedor das dificuldades financeiras nesse ano pandêmico, decidiu doar um automóvel Fiat Mobi para a campanha”, informa Patrícia Braga.

A meta, com a venda de todos os bilhetes, é angariar R$ 400 mil. “Com a ajuda dos que acreditam em nosso trabalho, ficaremos felizes com o máximo que conseguirmos arrecadar. O dinheiro será gasto em alimentação, remédios, roupas, material escolar e até combustível. Vale lembrar que o Nosso Lar não oferece apenas moradia, alimento e estudo nas escolas do DF. Nosso trabalho é descobrir o potencial de cada criança, formando um cidadão digno e útil à sociedade. Por isso, esse trabalho merece muita dedicação e cuidado. O Nosso Lar é um ninho que acolhe e protege as crianças”, sublinha.

Sucesso na reintegração

Com reconhecido histórico de sucesso na reintegração à sociedade, Nosso Lar se orgulha de constatar que as crianças abrigadas durante as mais de quatro décadas de funcionamento da instituição possuem bom rendimento escolar, profissionalizam-se e formam famílias. “Todas as adoções de que nós cuidamos tiveram sucesso e o índice de devolução de crianças adotadas é zero”, acrescenta a presidente.

Patrícia Braga enfatiza que a perfeita reintegração às famílias das crianças abrigadas só é possível porque Nosso Lar acompanha de perto todo o processo, dando suporte às questões familiares. “É importante dizer que a criança que vai para o abrigamento não chega a essa situação porque é pobre ou simplesmente porque os pais batiam nela. Todas as crianças que estão no Nosso Lar sofreram graves violências. A Justiça não tira um menor do convívio familiar por problemas menores. Portanto, são questões graves e essas crianças, ainda pequenas, já sofreram muito mais que a maioria dos adultos que conhecemos”, destaca.

Acesse o site da Campanha!

Por Ana Cristina Sampaio.

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.