Leia mais notícias...

Destaque

Partiu Falar de Espiritismo: um bate papo com os jovens por Camila Machado

23/09 | Editado por: Ana Cristina Sampaio Alves | Atualizado por: Nicole Guimarães
Este post já recebeu 459 views
Baixe este post em PDF

Um programa feito por uma jovem de 29 anos, Camila Machado, evangelizadora na Diretoria de Infância e Juventude da Comunhão, para a turma dos 15 aos 20 e poucos anos. Esse é o Partiu Falar de Espiritismo, o mais novo programa produzido pela Comunhão Espírita em seu canal no YouTube.

Camila faz o roteiro e atua nos episódios, todos gravados no quarto da sua casa. “Por causa do isolamento, as gravações são sentada na cama, perto dos travesseiros, porque a intenção é que seja informal, leve, um bate papo juntos numa tarde ou noite qualquer”, explica Camila, que pretende seguir esse modelo mesmo quando tudo voltar ao normal.

A ideia partiu da Diretoria de Estudos Doutrinários (DED), que queria ampliar a participação dos jovens nas atividades da Comunhão para além do programa Fala Mocidade, que é apresentado aos sábados, a cada dois meses.

Linguagem para que o jovem apaixone-se pela Doutrina

Segundo Camila, o programa aborda temas condizentes com o momento de vida dos jovens à luz do Espiritismo. “Falamos de problemas, dificuldades e obstáculos que o jovem enfrenta nos dias de hoje. Queremos nos reconhecer na Doutrina Espírita, usando a nossa linguagem, para que ela não pareça algo utópico e inalcançável”, diz.

Para a jovem, a literatura espírita tem linguagem muito rebuscada, “dá preguiça ou é até incompreensível”. Por isso, ela quer traduzir os temas para um formato e linguagem atuais,  despertando o interesse da juventude de forma que, uma vez “apaixonados” pelo Espiritismo,  tenham o impulso de ler mais e se aprofundar em temáticas mais complexas.

Intuição para tempos desafiadores

“A Doutrina Espírita conforta o jovem tanto como qualquer outra pessoa. Sabemos que estamos num mundo de provas e expiações, nem tudo são flores, vamos ter momentos desafiadores e vamos ser colocados à prova. Essa Doutrina é que nos mantém em pé, pois explica o que nenhuma outra religião explica e, muitas vezes, é o que traz a força necessária para seguir em frente”, afirma. Ela garante que a Doutrina auxilia a caminhada do jovem em tempos que são diferentes das gerações anteriores mas, nem por isso, deixam de ser desafiadores.

Camila escolhe os temas por intuição da espiritualidade. “Simplesmente obedeço”.  A receptividade, informa, tem sido muito boa, apesar de terem lançado apenas dois episódios, que vão ao ar às segundas-feiras. “Recebi muitos comentários positivos no YouTube e Instagram, além de mensagens particulares. A maioria é de jovens. Como sou evangelizadora na Comunhão, os alunos têm achado engraçado e interessante. A ideia é que seja dinâmico, sem a seriedade no falar, apesar de o conteúdo não deixar de ser sério”.

O Partiu Falar de Espiritismo é um programa de 5 a 8 minutos, “mesmo porque o jovem não tem paciência de assistira  vídeos longos”, e tem por objetivo passar uma mensagem e levar o público a ter curiosidade por pesquisar o tema mais aprofundadamente.

Quem é Camila Machado

Camila Machado frequenta a Comunhão Espírita há seis anos, e já concluiu o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE) e o Estudo da Mediunidade (ESME). Ao finalizar os estudos, reconheceu no convite da DIJ para trabalhar com jovens o chamamento para sua verdadeira vocação na Doutrina Espírita. “Naquele momento, soube que era exatamente aquilo que a espiritualidade esperava de mim”, recorda. Ela se dispôs ao trabalho e, após passar um ano com a turma de jovens de 15 anos, tornou-se oficialmente evangelizadora. Porém, a pandemia interrompeu os trabalhos, que devem retornar em breve de forma virtual.

Ela também trabalha como passista e médium, além de utilizar seu canal pessoal no Instagram para divulgar a mensagem espírita ao público jovem.

 

 

Por Ana Cristina Sampaio.

Assista aos episódios no link abaixo:

 

 

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.