Leia mais notícias...

Destaque

Schubert: A pandemia tem origem nas formas-pensamento de ódio e ressentimento

13/05 | Editado por: Ana Cristina Sampaio Alves
Este post já recebeu 293 views
Baixe este post em PDF

Dr. Bezerra de Menezes, no livro Em nome do Amor, lançado em 2009 pela psicografia de Divaldo Franco, explica que as pandemias são causadas pela formas-pensamentos originárias do  ódio e ressentimento da humanidade, as quais provocam mutações e invasões microbianas. Foi o que alertou a oradora e escritora espírita Suely Caldas Schubert na Live realizada na noite desta segunda, dia 12, com transmissão simultânea pela FEBTv e TV Comunhão.

Ao abordar o tema Pandemia e Obsessão, Schubert salientou que a Doutrina Espírita, ao estudar o tema da obsessão, permite que compreendamos o momento da Covid 19 como um evento que teremos que passar como parte do processo evolutivo. “Não há injustiças. Sabemos que há muita dor e sofrimento”, afirmou.

Pensamento, a origem da obsessão

O Espiritismo informa que o pensamento viaja à velocidade superior à da luz. A sua influência no mundo material, portanto, não esbarra em distâncias.  Para o mentor espiritual Emmanuel, no livro Fonte Viva, o pensamento dirige a nossa vida. Ele escreveu: “A  forma como pensarmos, assim viveremos”. Por isso, Schubert sublinha: “Se nos voltarmos apenas para nossos interesses, estaremos enclausurados entre paredes. Por isso, Emmanuel nos incita a expandirmos o pensamento para o bem”.

Segundo a oradora, pensamentos mórbidos e negativos podem provocar grandes tragédias. Ao explicar o fenômeno da obsessão, ela orienta:  “Pensamentos repetitivos e fixados em alguém vão provocar a criação de uma forma-pensamento, que é uma fotografia mental. É através dela que os espíritos mal intencionados podem “ler” o que há em nossa mente. Se houver sintonia, ou seja, se estivermos desconectados do bem, poderemos sintonizar com eles. Mas se nossa mente estiver com bons pensamentos, não seremos atingidos”.

Ela ainda recomendou, neste momento, muita cautela com o uso das redes sociais, com as calúnias e mentiras, e especialmente com a exposição de jovens e crianças a esse conteúdo.

Por Ana Cristina Sampaio.

Acompanhe a Live completa no link abaixo.

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.