Leia mais notícias...

Destaque

Simão Pedro: Qual o seu tipo de amor?

05/05 | Editado por: Ana Cristina Sampaio Alves
Este post já recebeu 161 views
Baixe este post em PDF

O palestrante espírita Simão Pedro foi mais um convidado das Lives realizadas pela Comunhão em seus canais no Instagram e no YouTube. Simão Pedro falou sobre o tema Um remédio chamado amor, no dia 3 de maio.

Ele iniciou o bate papo descrevendo os quatro tipos de amor: o amor fraternal (Storge), a amizade (Philia). o amor romântico (Eros), e o amor incondicional ou transcendental (Ágape). Simão Pedro ressalvou que o nosso idioma, que resume tudo à palavra amor, nos confunde nesse sentimento.

“O amor como remédio é aquele que apenas ama, não escolhe a quem amar, e não depende de ser amado para amar”, ressalvou. Por isso, para o palestrante, é preciso compreender a que tipo de amor estamos nos referindo. O amor eros, por exemplo, exige retroalimentação.  “O amor que depende, que prende, não é o tipo de amor a que nos referimos como remédio. Esse é o amor que liberta, que cede, que exala, que não precisa ser alimentado de volta, que não é egoísta”, salientou, referindo-se ao amor Ágape,  o qual enfatizou ser “um santo remédio”.

Simão Pedro abordou como as expectativas podem nos frustrar e desequilibrar nosso amor. “Joanna de Ângelis diz para não elegermos pessoas-modelo, pois são falíveis”, sublinhou.

Sobre o amor materno e paterno, o palestrante explicou ser o amor que liberta, o amor Storge, o mais próximo à ideia do amor Ágape.  Porém, ainda se trata de um amor egoísta, já que busca privilegiar o seu filho em detrimento dos demais.

Já o amor Phileo, o da amizade, segundo definia Pitágoras, é uma igualdade harmoniosa. “É um amor que não quer transformar, que não cobra”,  afirmou. E o amor eros, para Simão Pedro, precisa caminhar para a amizade. “Essa é a ideia do amor pleno, e o ensaio para isso é o amor maternal e paternal”, garante o orador.

Por Ana Cristina Sampaio.

A Live completa está no link abaixo:

 

 

 

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.