Leia mais notícias...

Destaque

Voluntariado: “É como se algo dentro de mim se transformasse”

01/05 | Editado por: Nicole Guimarães
Este post já recebeu 342 views
Baixe este post em PDF

Foi em uma terça-feira à noite, quando estava repondo uma aula do Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE), que Luciana Petry recebeu o convite que mudou sua vida.

“Estava passando por um momento de muita dor, sentindo um vazio muito grande dentro de mim e estava em busca de algo que me desse algum sentido, que preenchesse esse vazio. Foi então que a dirigente da turma fez um convite para conhecermos o trabalho voluntário da Villa Cristã Comunhão Espírita”, conta.

Ouvindo isso, não pensou duas vezes. No sábado seguinte, às 7h30, estava lá na Comunhão pronta para conhecer o trabalho.

Luciana lembra que, depois de uma hora de viagem, chegaram em Águas Lindas de Goiás, onde fica a Villa. “Fiquei completamente encantada com o lugar e, principalmente, com a recepção tão amorosa das crianças que frequentam o local. É maravilhoso”.

O trabalho da voluntária é ajudar na recreação das crianças enquanto as mães estão fazendo os cursos profissionalizantes. Foi a partir desse contato com as crianças, ela diz, que começou a preencher o vazio que existia dentro de si.

“O amor e o carinho que essas crianças me transmitem é tão maravilhoso que toda vez que eu saio de lá eu me sinto renovada, como se algo dentro de mim se transformasse. E tudo que elas querem é só um pouquinho de atenção, alguém que coloque elas no colo e preste atenção no que elas tem pra falar”.

A maioria das crianças frequentadoras da Villa Cristã Comunhão Espírita vem de famílias com mais de 4 filhos e com pais que, muitas vezes, não têm tempo nem condições de dar toda a atenção necessária.

Para Luciana, esses fatores acabam contribuindo para que “as crianças mais velhas tenham a tarefa de cuidar das mais novas, assumindo um papel que não é delas. Durante o período em que elas passam ali na Villa, conseguem ser crianças sem ter que se preocupar com nada além de se divertir”.

Todos os sábados a Villa Cristã Comunhão Espírita e seus voluntários proporcionam café da manhã, almoço e doações para as famílias que participam das atividades .

“Como estamos enfrentando esse momento de isolamento social, todas as ações presenciais da Villa estão suspensas e nossa maior preocupação é como as famílias assistidas estão enfrentando esse momento”, compartilha a voluntária.

Essa é mais uma história de voluntários da Comunhão. Não leu as anteriores? Veja aqui: A dinâmica da generosidadeQuando uma frase muda a nossa vidaAlmoço de sábado na comunidade Sol Nascente, “Na casa das famílias assistidas é onde realmente colocamos o amor em ação” e O dia em que conheci a Rafaela.

Dizem que a gente chega até uma casa espírita pelo amor ou pela dor. Qual foi a sua experiência? Queremos que você nos conte como chegou ao voluntariado da Comunhão e qual o papel dele em sua vida.

Entre em contato diretamente com a voluntária Nicole Guimarães (nicole.guimaraesoc@gmail.com), que vai contar a sua história.

Siga ajudando

Muitas atividades assistenciais da Comunhão tiveram que interromper ou limitar seus trabalhos por conta do isolamento social. Essa situação, somada à interrupção das aulas e palestras, levou a Comunhão a uma situação crítica em relação à arrecadação de dinheiro e doações de gêneros de primeira necessidade.

Por isso, a Casa faz um apelo a todos os seus frequentadores: não interrompam as doações e contribuições. Para isso, existem duas formas de colaborar:

1 – Doe diretamente para a conta bancária do Banco do Brasil (Ag. 3599-8, conta 221.858-5) ou conta do BRB (Agência 0204 Conta 030.114-8). CNPJ: 00.307.447/0001-08;

2 – Compre livros através do delivery da Livraria Mário de Carvalho. Os pedidos podem ser feitos de segunda a sábado, das 13h às 18h, pelo telefone 3048-1818, ou pelo email   livraria@comunhaoespirita.com. Há uma lista de livros em promoção.

Caso tenha dúvidas, entre em contato pelo e-mail daf.comunhao@gmail.com.

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.