Leia mais notícias...

Destaque

Coragem para fazer o melhor agora

21/04 | Editado por: Ana Cristina Sampaio Alves
Este post já recebeu 223 views
Baixe este post em PDF

Em um bate papo online com seguidores da Comunhão no Instagram, Adilson Mariz, presidente da Casa, conversou sobre o tema “trabalhadores de última hora”.

Na abertura, Adilson comentou sobre o papel do Centro Espírita para a difusão da Doutrina Espírita, no desenvolvimento de trabalhos assistenciais e para dar conforto espiritual àqueles que precisam.

“Tenho ido à Comunhão todos os dias e vejo muitas pessoas que frequentam passando na frente e olhando com ar melancólico. Sabemos o quanto a nossa Casa aberta está fazendo falta na vida de muitas pessoas”, lembrou.

Sobre o momento atual de pandemia, o pernambucano levantou a questão: “O que você quer fazer com a sua existência?”. E destacou a necessidade de cada um mergulhar dentro do conhecimento para compreender a mensagem do Espiritismo e entender o próprio papel nesta existência.

Outro ponto apresentado foi a percepção do momento com olhar otimista ou pessimista. “O que esse confinamento tem me proporcionado?” e “Estou vivendo bem com aqueles que compõe o meu núcleo familiar?” foram outras perguntas trazidas para reflexão.

Segundo Mariz, “a reencarnação na Terra é esta. Precisamos começar a olhar as coisas boas e a fazer o bem. O problema é de todos. Vamos começar a trabalhar as emoções, parar de reagir e ter compaixão com o comportamento do outro”.

Citando o livro A Gênesis, comentou que a humanidade é um ser vivo e nós somos as células que compõe essa unidade. O estudo da Doutrina Espírita nos ajuda a vivenciar o momento com fé e esperança.

Perguntado sobre as dificuldades em se viver com isolamento social, Adilson destacou o papel da coragem. “Além dela, recomendamos o estudo para compreender o ser espiritual infinito que somos. Façamos a nossa parte de maneira responsável, focados no trabalho que nos é designado e sem deixar o medo nos acovardar”.

Sobre as mudanças que estão acontecendo no planeta, comentou sobre a transformação dos espíritos. “Ao contrário do que alguns pensam, a mudança será natural, não haverá catástrofe. Espíritos Superiores estão reencarnando para auxiliar na regeneração planetária”, explicou.

Mensagem de esperança

O presidente da Comunhão Espírita concluiu lembrando que somos seres ansiosos que não gostam de mudança. “Quando mudam nossa rotina, ficamos irritados. Agora, fomos convidados ao confinamento, a voltarmos para dentro de casa e a nos afastarmos da vida material”.

Adilson pontuou que “a espiritualidade tem dito para termos coragem e para que saibamos esperar. Tudo passa, como já dizia Chico Xavier. O que são trinta ou sessenta dias dentro da nossa encarnação? Faça meditação, ore desejando bem ao outro.”

Mais uma vez, foi reforçada a importância do momento para olhar para si mesmo e aprender com tudo que está acontecendo. “Orem, acreditem, tenham fé. Ligue para o amigo, converse com a família, interaja”.

Atividades da Comunhão continuam

Mesmo com as atividades presenciais suspensas, os trabalhos continuam. Passes, palestras, atendimento fraterno e Livraria, por exemplo, estão sendo realizados de maneira online.

Sobre o atendimento às famílias assistidas e a manutenção da creche Nosso Lar, graças às doações de gêneros e contribuições financeiras, também permanecem normalmente. “Os estoques de gêneros voltaram ao nível anterior à quarentena e os voluntários seguem visitando as famílias, com as precauções necessárias, e levando as cestas básicas”, comemora Adilson.

Por Nicole Guimarães

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.