Leia mais notícias...

Destaque

Por onde começar a famosa reforma íntima?

19/04 | Editado por: Ana Cristina Sampaio Alves
Este post já recebeu 303 views
Baixe este post em PDF

Em mais uma edição do Programa de Acolhimento à Doutrina Espírita (PADES) no canal da Comunhão no YouTube, Enô Souza comenta sobre os vinte exercícios para a reforma íntima publicados por Chico Xavier.

Para a palestrante, “o atual momento tem trazido sentimentos de mudança e de reflexão interna. Na tentativa de nos reformar, precisamos, antes de tudo, saber o que necessitamos reformar”.

É o mesmo que ocorre na reforma de uma casa: precisamos listar o que será pintado, itens para comprar, objetos a serem trocados. “No caso da reforma íntima, é a mesma coisa. É necessário pontuar o que nos causa impaciência, tristeza, raiva”. Abaixo, listamos os vinte exercícios citados por Enô:

  • exercitar alegremente as próprias obrigações

  • silenciar diante da ofensa

  • esquecer o favor prestado

  • exonerar os amigos de qualquer gentileza para conosco

  • emudecer a nossa agressividade

  • não condenar as opiniões que divergem da nossa

  • abolir qualquer pergunta maliciosa ou desnecessária

  • repetir informações e ensinamentos sem qualquer azedume

  • treinar a paciência constantemente

  • ouvir fraternalmente as mágoas dos nossos companheiros sem biografar nossas dores

  • buscar sem afetação o meio de ser mais útil

  • desculpar sem desculpar-se

  • não dizer mal de ninguém

  • buscar a melhor parte das pessoas que comungam a experiencia

  • alegrar-se com a alegria dos outros

  • não aborreça quem trabalha

  • ajudar espontaneamente

  • respeitar o serviço alheio

  • reduzir os problemas particulares

  • servir de boa mente quando a enfermidade nos fira

“A sugestão é para que você escolha pelo menos três desses exercícios e procure exercitá-los durante os dias. Faça uma análise do que foi positivo e do que foi negativo. Por aí, conseguimos nos conhecer, ver nossas dificuldades e, por fim, construir nossa reforma íntima”, encoraja.

Por Nicole Guimarães.

Assista à íntegra do programa.

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.