Leia mais notícias...

Notícias

Numa Noite de Natal é o livro indicado pela coluna Estante Espírita

17/12 | Editado por: Ana Cristina Sampaio Alves
Este post já recebeu 259 views
Baixe este post em PDF

Para este mês, quando se aproximam as festas de final de ano, a coluna Estante Espírita recomenda o romance Numa Noite de Natal, de J. W. Rocheter.

O autor John Wilmot nasceu na Inglaterra em 1647 e tornou-se Conde de Rochester aos 11 anos de idade, com a morte do pai. Era muito disciplinado e inteligente, aprendia com facilidade e foi aluno exemplar. Em 1660, foi para Oxford estudar no Wadham College, de onde saiu com o título de Master of Arts, partindo a seguir em viagem para a França e a Itália. Na volta, já estava engajado nas intrigas da corte do Rei Charles II.

Daí por diante, fantásticas histórias circulavam com o seu nome: raptou Elizabeth Mallet e foi preso, mas casou-se com ela aos 19 anos e teve 4 fi lhos; desfrutou inúmeras aventuras amorosas com cortesãs e senhoras da sociedade; fez amizades literárias; aventurou-se como médico e astrólogo; indispôs-se com o rei e participou de duelos. No fi m da vida já demonstrava intuição da reencarnação, quando disse: “O mais certo é que a alma comece de novo e que a lembrança do que ela fez neste corpo, registrada nos desenhos do cérebro, tão logo seja desalojada, desapareça e a alma seja levada a algum novo estado para recomeçar novo ciclo”.

De volta à Pátria Espiritual, Rochester resolve enviar, através da médium russa Vera Ivanovna, mensagens de que o espírito sobrevive e reencarna tantas vezes quantas necessárias ao seu reajuste cármico e segundo as leis de Deus, apresentando aos leitores belíssimas histórias de reforma íntima no ser encarnado. O volume em tela contém vários contos da época da Primeira Guerra Mundial e os confl itos da Rússia com seus inimigos.

A maioria das mensagens aqui publicadas fazem parte de uma coleção de contos referentes àquele período de lutas, dores e sofrimento extremo. Numa noite de Natal, datado de 1906 e que empresta o nome à obra, conta a história de Faddei Gurievitch e seu acordo com as forças do mal para conquistar o poder, à custa de muito sangue russo e a conquista do cobiçado ouro. Surpreendentemente, o enredo se inicia na década de 90 do século XIX e atesta o sucesso de Faddei trinta anos depois do acordo feito com Mefi stófeles e ainda faz uma referência à Guerra e ao vergonhoso tratado de paz(*), que viriam a acontecer na Rússia cerva de vinta anos depois…

Não é difícil associar a história de Faddei à de Trotsky. Teria Rochester profetizado o destino da mãe Rússia? (*)Pelo acordo a Rússia concordava em ceder vários territórios aos inimigos: Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia, Polônia, Bielorússia e Ucrânia, bem como alguns distritos turcos e georgianos que estavam sob seu domínio. Ao todo, a Rússia perderia um terço de sua população, metade de seu parque industrial e 90 por cento de suas minas de carvão.

NUMA NOITE DE NATAL, de J.W.Rochester, psicografado por Vera Ivanovna Kryshanovskaia, 137 páginas, 14 cm x 21 cm, Editora do Conhecimento, Limeira – SP, 2016, na Livraria Mário Carvalho da Comunhão, R$ 38,00

Leia mais notícias...

Você deve logar para postar um comentário.