Notícias sobre: ‘Eventos’

Confira o fim de semana na Comunhão

terça-feira, agosto 20th, 2019 22 views

Baixe este post em PDF

A Comunhão Espírita inicia o final de semana nexta sexta, dia 23, às 20h, com o lançamento do Livro Espírito Poético. O autor, Vitor Bruno Santos, faz palestra de lançamento no auditório Bezerra de Menezes.

No sábado, 24, às 17h, Jack Darsa e Andréa Rojas fazem palestra sobre o tema Continue Caminhando com Jesus. E às 19h, é a vez do palestrante Antonio Ribeiro Júnior, que apresenta o tema Amar Sempre!

No domingo, 25, o músico Lucian Lorens se apresenta às 17h20, seguido de palestra sobre Ciúme: Comportamentos Doentios, pela expositora Ruth Daia.

Todos os eventos serão transmitidos ao vivo pela Rádio e TV Comunhão.



MACES 2019: mesas redondas vão debater depressão e suicídio

segunda-feira, agosto 19th, 2019 359 views

Baixe este post em PDF

A programação da Mostra de Arte e Cultura Espírita (MACE) 2019 da Comunhão, que será realizada entre 6 e 8 de setembro, conta, em sua programação, com duas mesas redondas que vão debater depressão e suicídio. Com o tema Em busca da segurança existencial,  os debates serão intermediados pelo médico psiquiatra Pedro Leopoldo de Araújo Ortiz, que é diretor da Clínica Estância Resiliência, em Brasília. Ele também foi diretor do Hospital Espírita de Porto Alegre entre 2012 e 2015, atou como psiquiatra clínico na cidade de Dourados (MS), entre inúmeras outras atividades.

Os debatedores convidados são Saulo Gouveia Carvalho, Pedro Paulo Záu e Maria Dilma Teodoro. Saulo  Gouveia é facilitador do Projeto Espiritizar, que tem sido conduzido pela Federação Espírita do Estado de Mato Grosso  e que trabalha em três focos principais: ações para qualificar, ações para humanizar e ações para Espiritizar.

Pedro Paulo Záu Vieira é psicólogo clínico organizaciona,l especialista em Terapia Cognitiva Comportamental. Já atuou como evangelizador (adultos e jovens), dialogador mediúnico, passista, coordenador do centro espírita, palestrante, médium psicofônico e de sustentação. Atualmente, é  palestrante  na Comunhão Espírita e em outros centros espíritas do DF.

E Maria Dilma Alves Teodoro é médica psiquiatra, foi docente do curso de Medicina da Escola Superior de Ciências da Saúde. Hoje, é coordenadora geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde . Chefiou a unidade de psiquiatria do Hospital de Base e preside a Associação Psiquiátrica de Brasília

 



“Quando o jovem está engajado, consegue ser intuído para coisas boas”

segunda-feira, agosto 19th, 2019 36 views

Baixe este post em PDF

No último sábado (18/8), foi realizado mais um Fala Mocidade na Comunhão Espírita de Brasília. Com periodicidade mensal, o tema deste mês foi Jovens espíritas e onde habitam. O programa foi conduzido por Lucas e Mariza, trabalhadores da Mocidade Espírita, e teve como entrevistada Suellen Róbias, coordenadora da Mocidade do Centro Espírita André Luiz.

Também participaram da conversa os jovens Cecília e Felipe, que fizeram perguntas, contaram a importância da Mocidade em suas vidas e como foi o primeiro contato com o a Doutrina Espírita.

Na abertura do evento, os jovens abordaram quando e como iniciaram seus trabalhos na Comunhão e os impactos positivos para suas vidas. “Cheguei na Comunhão em 2014 e logo entrei na Mocidade. Foi como se começasse uma faculdade e, aos poucos, fui quebrando o gelo. Hoje, posso dizer que conheço meus melhores amigos e que me considero uma jovem espírita”, comentou Mariza.

Suellen respondeu à primeira pergunta sobre como é crescer jovem espírita com a explicação de que, na adolescência, as descobertas são diferentes da época da infância e os sentimentos são mais potencializados. “Quando o jovem tem contato com o Espiritismo, passa a ter conhecimento sobre as consequências de seus atos e começa a compreender os acontecimentos da vida”, contou.

Mudança na vida dos jovens

Em relação à mudança na vida dos jovens ao participar da Mocidade, a entrevistada contou como chegou até a Doutrina Espírita, os grandes amigos que fez e como o Espiritismo foi importante para  seu desenvolvimento. “Quando o jovem está engajado, consegue ser intuído para coisas boas. Ter feito a Mocidade foi essencial para minha vida. Tenho amigos dessa época até hoje”.

Agora como coordenadora da Mocidade do Centro Espírita André Luiz, Suellen se diz realizada por poder conviver com jovens e, de alguma forma, auxiliá-los. Citou situações em que eles conversam diretamente com ela para pedir conselhos e tirar dúvidas, e do desafio inicial de conduzir turmas com público de 18 a 21 anos, geralmente mais questionadores.

É essencial sair do seu canto e expandir. Às vezes, uma pequena fala de um jovem toca a vida de um outro. Cada encontro, seja na Mocidade ou em congressos espíritas, propicia trocas positivas e tem suas potencialidades para os jovens”, explicou Róbias.

Os jovens de hoje

Instagram, Facebook, Twitter, informações em tempo real. É preciso adaptar as formas de trabalho da Mocidade aos jovens de hoje. Segundo Suellen, “precisamos do olhar sensível de que os jovens estão usando mais tecnologia e buscando de forma mais intensa o que são e o que querem. É imprescindível identificar o melhor de cada jovem e o que tem interesse”.

Os jovens apresentaram questões sobre como a Mocidade pode ajudar a trazer mais qualidade para os pensamentos, como se comportar em eventos festivos e como o programa Fala Mocidade tem o papel de divulgar a Doutrina Espírita e, principalmente, atingir outros jovens.

O jovem precisa socializar, dançar e se divertir. É importante para o seu crescimento sair. O diferencial do jovem espírita é que ele tem a responsabilidade com as informações que compartilha”, concluiu Suellen.

O programa foi encerrado ao som dos jovens Matheus e Carol com a canção que diz: “Sim, quis tudo ser, quis mudar o mundo. Muito busquei e não pude ver tudo. Não, não desvendei tudo o que queria. E aprendi que, vivendo agora, vou aproximar do essencial, descobrindo a grandeza da vida…”

Conheça a Mocidade da Comunhão

Voltada para jovens de 18 a 21 anos, a Mocidade da Comunhão Espírita de Brasília se reúne aos sábados, das 17 às 19h, e compreende aulas teóricas e atividades práticas. Saiba mais aqui (link http://portal.comunhaoespirita.org.br/ded/mocidade/). 

Por Nicole Guimarães.

Fotos: Vanessa Vieira



Diretor do filme sobre Divaldo Franco faz palestra na Comunhão (30)

quinta-feira, agosto 15th, 2019 221 views

Baixe este post em PDF

Diretor do filme Divaldo, o mensageiro da paz, Clovis Mello faz palestra no dia 30 de agosto, sexta-feira, às 20 horas, na Comunhão Espírita.

Venha conhecer um pouco dos bastidores desse longa metragem que será lançado em breve.

O evento terá transmissão ao vivo pela Rádio e TV Comunhão.



Nilson Ribeiro lança a obra Mães e Mães no Livre Pulsar

terça-feira, agosto 13th, 2019 115 views

Baixe este post em PDF
No último sábado (10), a Comunhão Espírita de Brasília recebeu o escritor Nilson Ribeiro para o lançamento do seu livro Mães e Mães no Livre Pulsar.
Na abertura do evento, o vice-presidente da FEB, Geraldo Campetti, falou da honra em ter na Comunhão o escritor, poeta e “um ser humano de uma alegria admirável”, que hoje  mora no Lar dos Velhinhos Maria Madalena.
Em seguida, Nilson Ribeiro falou sobre a conexão entre a Doutrina Espírita e a arte, e  sobre como o Livro dos Espíritos mostra, com muita propriedade, que os desencarnados se preocupam com o aspecto artístico do indivíduo, podendo influenciar a sua transformação moral. “Isso mostra o tamanho da responsabilidade do artista, seja ele inspirado ou não, o que ele transmite com a arte é de extrema importância”, lembrou o autor.
Nilson falou também sobre a contribuição da mediunidade com a poesia e citou a obra Parnaso do Além-Túmulo, que, para ele, “reúne um time de grandes astros da poesia”.
Sobre a obra Mães e Mães no Livre Pulsar, Nilson explicou que foi feita em homenagem à sua mãe, com o objetivo de se estender a todas as mães. O livro abarca temas bem variados sobre a presença materna no processo da vida. “Podemos escrever um livro inteiramente sem a palavra ‘espírita’ e transmitir a essência Espírita nas estrelinhas, e foi isso que aconteceu com esta obra”, ressaltou o escritor.
Por fim, Nilson convidou todos para o sarau literário que realizará no próximo sábado (17), no Lar dos Velhinhos Maria de Madalena, às 15h. O encontro será aberto a todos que quiserem participar!

Por Fernanda Pinheiro



MACES 2019 acontece de 6 a 8 de setembro

segunda-feira, agosto 12th, 2019 147 views

Baixe este post em PDF

A tradicional Mostra de Arte e Cultura Espírita (MACES), organizada pela Comunhão, acontece de 6 a 8 de setembro.

A Mostra reúne música, palestras, artesanato, pintura mediúnica e barracas com almoço e lanches. Tudo preparado pelos voluntários da Comunhão e em benefício das obras assistenciais da casa espírita.

Confira a programação:

Participe e traga sua família e amigos.