Notícias sobre: ‘Eventos’

Comunhão capacita para mercado de trabalho e empreendedorismo

quinta-feira, outubro 19th, 2017 8 views

Baixe este post em PDF

Todos sabem como anda difícil conseguir uma colocação de trabalho, mesmo para quem tem alto grau de escolaridade. Pensando em contribuir com a qualificação de integrantes das famílias assistidas pela Comunhão, a Diretoria de Promoção Social (DPS) criou o Curso de Capacitação em Rotinas Administrativas para habilitar estas pessoas em práticas administrativas, recursos humanos, de pessoal, administração financeira e aptidão em vendas, mas também tem um lado empreendedor.

“Há um viés de empreendedorismo atrelado a esta sequência de informações, de forma que, se um aluno estiver em dificuldades de se colocar no mercado como empregado e descobrir alguma possibilidade de abrir o próprio negócio, formal ou não, ele terá condições de se estabelecer e evitar fatores que levam um pequeno negócio à falência nos seus primeiros anos de vida”, disse Marcos Faustino, professor voluntário do Curso de Capacitação em Rotinas Administrativas.

Parte do Projeto Novo Horizonte, criado pela DPS, o curso é voltado para pessoas acima de 35 anos, porém têm alunos mais novos. “Nasceu da perspectiva de que pessoas que hoje contam com 35 anos ou mais e que trabalhem em atividades braçais, como serventes de pedreiro e empregos domésticos, ao chegarem aos 55 a 60 anos terão dificuldade em manter-se nos empregos pelo decaimento da condição física, e ainda terão um espaço de tempo considerável para atingir a aposentadoria, sem ter se qualificado para concorrer a outros tipos de trabalho no mercado”, pondera Marcos.

Aluna do curso, Elaine Bispo da Paixão, moradora de São Sebastião, considera-se abençoada por ter a oportunidade de fazer um curso deste tipo e gratuito. “Agradeço a Deus por ter colocado este curso na minha vida. Se eu fosse pagar o curso e as passagens custaria uns R$ 2 mil. Estou melhorando meu currículo e pretendo entrar no mercado de trabalho na área administrativa. Depois fazer faculdade de Tecnologia da Informação ou Gestão de Recursos Humanos”, afirma a estudante.

O curso traz o aluno para a realidade de uma empresa e suas rotinas. Com duração aproximada de dois anos, as aulas se realizam todos os sábados, das 14h às 17h, na Sala 19 da Comunhão. O curso é totalmente gratuito, inclusive seu material. Os interessados precisam ser indicados pela DPS/Comunhão.

DATA: todos os sábados

HORA: 14h às 17h

LOCAL: Sala 19 da Comunhão

Totalmente gratuito, inclusive o material.

 

Fonte: Equipe de Comunicação da Diretoria de Promoção Social



Divaldo: “As mãos do Cristo são as nossas mãos”

quarta-feira, outubro 18th, 2017 242 views

Baixe este post em PDF

O ‘apóstolo do espiritismo’ Divaldo Pereira Franco esteve na Federação Espírita Brasileira (FEB) no dia 6 de outubro inaugurando a exposição Os Pacificadores. A exposição retrata os caminhos em prol da paz de personalidades como o líder espiritual e pacifista Mahatma Gandhi, o ativista Nelson Mandela, o músico e médico Albert Schweitzer, o líder contra a discriminação racial Martin Luther King, e a religiosa Madre Teresa de Calcutá.

Natural de Feira de Santana (BA), o médium é reconhecido como um dos maiores oradores espíritas da atualidade e o maior divulgador da Doutrina Espírita por todo o mundo. Ele fundou, em 1952, a instituição de caridade Mansão do Caminho, um complexo educacional com 52 edificações, que atende a três mil crianças e jovens de famílias de baixa renda em um dos bairros periféricos mais carentes de Salvador. Aos 90 anos, Divaldo se destaca na literatura, no pensamento e na religiosidade universal, tendo publicado mais de duzentos livros, com mais de oito milhões de exemplares em versões traduzidas para idiomas como alemão, albanês, catalão, dinamarquês, espanhol, esperanto, francês, holandês, húngaro, inglês, italiano, norueguês, polonês, tcheco, turco, russo, sueco e sistema Braille.

A importância dos pacificadores

Na FEB, Divaldo Franco salientou o trabalho de cada pacificador ali apresentado na exposição. Ao citar o trabalho de Madre Teresa de Calcutá, Divaldo destacou que “a humanidade nunca mais foi a mesma depois que aquela senhora baixinha e sorridente saiu a pregar o amor. E, por isso, ela está entre os pacificadores da humanidade”. Prosseguiu narrando a trajetória de Gandhi, que libertou 800 milhões de indianos e paquistaneses por meio do jejum, e relembrou as palavras do pacifista: “Não sou cristão, mas Jesus me fascina. E se todas as obras do mundo fossem queimadas e ficasse apenas o Sermão da Montanha, seria suficiente para tornar felizes as criaturas. Amo Jesus, mas tenho medo dos cristãos”.

Sobre a vida do teólogo, médico e músico Albert Schweitzer, Divaldo comentou a sua enorme capacidade em promover o bem. O médico desenvolvia uma intensa atividade missionária e, por volta dos trinta anos, já havia publicado uma tese sobre a vida de Jesus, um estudo sobre a filosofia de Emanuel Kant, além de construído um hospital para doenças tropicais em Lambaréné, no Gabão.

Divaldo, que já recebeu homenagens em diversos países e cidades das Américas, Europa e África, citou o heroísmo do sul africano Nelson Mandela em sua luta contra a política racista do apartheid, a quem fora prometida a liberdade caso calasse a sua voz, mas que, no entanto, permaneceu preso por 27 anos em condições solitárias.  Mandela foi vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1993, e entrou para a lista das grandes lideranças em prol da liberdade no século XX. “Esses pacificadores que se ofereceram para o martírio, como Francisco Cândido Xavier,  e o outro Francisco, o jovem cantor de Assis, são a missão viva do amor de Cristo para esta hora terrível de sombras da humanidade. É a voz de Cristo chegando aos nossos corações”.

Histórias contadas por Divaldo

Narrador de histórias por excelência, Divaldo não perdeu a oportunidade de contar episódios verídicos que atestam a presença do poder de Cristo entre os homens.  O orador espírita relatou emocionante história ocorrida após a 2ª Guerra, quando tropas americanas entraram numa cidadezinha alemã que possuía uma estátua de Jesus Cristo em sua catedral, esculpida em mármore Carrara, e que fora destruída após uma bomba atingir o local. Mesmo após a restauração da imagem, as mãos de Cristo, aos pedaços, não puderam ser recuperadas. Na véspera da benção da Igreja pelo bispo local, um paralítico militar pediu para ficar durante a noite com a estátua e, no dia seguinte, ela permanecia sem as mãos, mas estava escrito ‘Eu não tenho outras mãos, senão as vossas’.

“A voz do Cristo é a nossa voz, os movimentos de Jesus são as atividades que colocamos em nossas vidas. A voz dele, até hoje, nos chega ao coração, e seu olhar de misericórdia penetra-nos à semelhança de um punhal de luz que rasga a sombra da nossa ignorância e nos liberta do mal que ainda estamos cultivando”, disse o médium.

Ao falar sobre os primórdios do cristianismo, lembrou fatos históricos como o do Imperador Diocleciano, que nos anos 300 promoveu a mais terrível perseguição aos cristãos no Império Romano. No entanto, a igreja cristã converte-se em igreja de Roma, que depois se consolida na Igreja Católica, Apostólica e Romana dos dias de hoje.

O médium lamentou o fato de que essa mesma igreja que preservou a arte, a cultura e a beleza dos santos e heróis também tenha promovido guerras, cruzadas e a inquisição.

A missão de Kardec

Sobre a missão de Alan Kardec, codificador do espiritismo e autor das obras mais  importantes da Doutrina, como O Livro dos Médiuns, O Livro dos Espíritos, O Céu e o InfernoO Evangelho Segundo o Espiritismo, A Gênese e Obras Póstumas, Divaldo relembrou as palavras de Jesus: “Eu vos mandarei o consolador, e ele repetirá as minhas lições”.

Sobre a obra de Cristo, o médium enfatizou: “Ele não venceu no mundo dos negócios, das homenagens e das pompas. Venceu o lado instintivo, negativo, as más inclinações do mundo, e desceu à miséria humana sem fazer-se miserável, venceu aos pervertidos, deixando na alma de cada um de nós um rastro de luz”.

De acordo com Divaldo, é necessário ouvirmos Jesus, o pacificador por excelência, para que possamos mudar o mundo. “Devemos mudar as nossas paixões, transformando-nos, descobrindo os invisíveis que estão em nosso lar e teimamos por não ver”, salientou.

“Já tentamos a guerra, e estamos repetindo a baixeza moral, descendo abaixo do primitivismo animal, do erotismo, da pedofilia transformada em arte, da fineza moral da perda de qualquer ética”.  E questionou: “O que vamos oferecer aos nossos filhos quando a anarquia vier à tona? Poderemos manter a altivez, ter uma ética baseada no amor? ”

Divaldo Franco concluiu sua palestra falando sobre um episódio ocorrido com uma trabalhadora da Mansão do Caminho (BA) que, ao encontrar um jovem vítima das drogas e do abandono, apenas com uma palavra de atenção e amor transformou a sua vida. E relembrou as doces palavras de Jesus: “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.” (Mateus,11) .

 

Reportagem e foto de Waleska Maux

 

 



Filme sobre Humberto de Campos será lançado em novembro

terça-feira, outubro 17th, 2017 34 views

Baixe este post em PDF

Está agendado para novembro o lançamento do filme “Humberto de Campos – O Imortal da Boa Nova”.

A película conta com depoimentos de pesquisadores e estudiosos, como Haroldo Dutra Dias, Saulo César Ribeiro e a participação do ator Lima Duarte.

Eles falam sobre a obra Boa Nova, ditada pelo Espírito Humberto de Campos e psicografada pelo médium Chico Xavier, livro que apresenta episódios relacionados ao Cristo e importantes personagens bíblicos.

Esta é uma produção e direção de Oceano Vieira de Melo e conta com a distribuição da Versátil Digital Filmes. Informações: (11) 3670-1950 ou www.dvdversatil.com.br.

 

Fonte: FEB



1º Teatro-Debate Espírita Beneficente apresenta a peça O Consolador Prometido

terça-feira, outubro 17th, 2017 90 views

Baixe este post em PDF

A Associação Francisco de Assis (Asfa) promove o 1º Teatro-debate Espírita Beneficente no dia 22 de outubro, às 16h.

A peça apresentada será “O Consolador Prometido”, com o grupo Vida Encena. O debate contará com a participação do presidente da FEB, Jorge Godinho, e do coordenador do projeto “O Evangelho por Emmanuel”, Saulo César. O mediador será o diretor da FEB, Carlos Campetti.

O evento acontecerá no Colégio Militar de Brasília (903N). A doação de R$ 35 dá direito a um convite.



Gravação do programa Conversando com Mayse contou com auditório lotado no último sábado

terça-feira, outubro 17th, 2017 370 views

Baixe este post em PDF

Os “meninos de sábado”, como a palestrante espírita Mayse Braga chama aqueles que acompanham suas conferências durante anos na Comunhão Espírita de Brasília,  têm tido motivos de sobra para comemorar neste mês de outubro. Além da palestra realizada no primeiro sábado do mês e do programa  Comunhão Inspira realizado com a palestrante,  eles também contaram com mais uma apresentação da médium: a gravação do programa Conversando com Mayse no último sábado (14), no auditório Bezerra de Menezes.

Acompanhada pelo coordenador de palestras da Comunhão Jack Darsa e da jornalista Waleska Maux, a conferencista espírita abordou, para um auditório lotado, o tema “Criança Interior: Não se perca de mim”.  Mayse também falou sobre diversos assuntos, como reforma íntima,  transição planetária, caridade, bem como respondeu às perguntas da plateia. “Todos nós, encarnados hoje, saímos do espaço implorando que em determinado momento de nossas vidas, seja de que religião fôssemos , uma nova chance. Mas  não para chorar e, sim  para trabalhar, para mudar  a nós mesmos”, falou.

Segundo Mayse, não adianta fugir do compromisso de se melhorar, pois de todas as maneiras ele te buscará. “Se você negar esse compromisso, o sofrimento o chamará, porque o amor nos chama. Contudo, quando o recusamos, abrimos espaço para que o sofrimento, a angústia e a depressão venham ao encontro de nós e, até mesmo, enfermidades físicas, porque há toda uma energia paralisada  dentro de você”, afirmou.

Outra mensagem positiva trazida pela médium foi que  “precisamos aproveitar toda a beleza que a Terra tem para ficarmos cada vez melhores , mais positivos,  sem deixar que as situações nos derrubem, porque todos os dias alguém vai nos convidar, sim, para sermos mais relaxados e menos equilibrados”.

Mayse assegurou que os meninos de sábado têm um compromisso de, juntos, discutir questões da vida  e espalhá-las pelo mundo,  mesmo que tenham saído da Comunhão em direção ao seu destino.  “Por isso, é importante demais, sejamos católicos, evangélicos ou ateus, não importa, que levemos o melhor de nós onde passarmos”, concluiu.

O programa

Esse é o 11º episódio do Conversando com Mayse, programa semanal com participação do palestrante  Jack Darsa e mediação da jornalista Waleska Maux. Produzido e veiculado pela Rádio Comunhão de Brasília, o programa é transmitido também em vídeo pelo canal da Comunhão no YouTube.

O programa vai ao ar toda segunda-feira, às 21h15, com reprises no mesmo horário às quartas e sextas-feiras, através do Rádio Comunhão na internet. E nas quartas-feiras, o formato em vídeo é publicado no YouTube.

Acompanhe pelos links abaixo, que podem ser adicionados aos Favoritos do seu navegador.

http://www.radiocomunhao.com.br/

https://www.youtube.com/user/comunhaoespirita1

Sugestões e perguntas podem ser enviadas para mayse.radio@gmail.com.

Reportaegm de Isabel Carvalho. Fotos de Rodrigo Junior.



Casa espírita faz festa para crianças e idosos no Dia da Criança

terça-feira, outubro 17th, 2017 71 views

Baixe este post em PDF

A Casa Fraterna Sementes de Luz fez festa para crianças e idosos em comemoração ao Dia da Criança.

O evento aconteceu no sábado, dia 14 de outubro, no Lar da Terceira Idade Samaritanos, amaparado pela Casa Fraterna Sementes de Luz, em Àguas Lindas de Goiás.