Notícias sobre: ‘Destaque’

Quem foi Joana de Cusa, uma das encarnações da benfeitora Joanna de Ângelis?

quinta-feira, abril 8th, 2021

Baixe este post em PDF

O programa Papo Espírita desta semana traz mais uma personagem histórica do Cristianismo primitivo em entrevista com o estudioso Max Lânio Lacerda. Joana de Cusa, antes de se tornar a benfeitora espiritual do médium Divaldo Franco, conhecida como Joanna de Ângelis, conviveu com Jesus, foi tocada por sua mensagem e morreu martirizada.

Max Lânio nos apresenta a vida dessa personalidade, cujas existências subsequentes também contribuíram para que ela se tornasse a maior expoente da vertente psicológica da Doutrina Espírita.

Acompanhe o programa, que está repleto de novos conhecimentos acerca desse espírito considerado o maior benfeitor atuante entre nós neste momento.



Comunhão distribui mais de 3 mil cestas básicas em 2020

quarta-feira, abril 7th, 2021

Baixe este post em PDF

O difícil período da pandemia serviu para mostrar toda a generosidade dos doadores e frequentadores da Comunhão Espírita de Brasília. Levantamento da Diretoria de Promoção Social (DPS) sobre suas atividades em 2020 revelou que o trabalho do Grupo Auta de Souza de Acompanhamento de Famílias não foi interrompido. Mais do que isso: a atuação foi desenvolvida de modo emergencial com a entrega de cestas básicas. Também foi criado um novo grupo, exclusivo para distribuição de marmitas. Foi o Projeto Caravana do Amor.

Além disso, durante todo o ano passado, foi mantido o cadastramento de novas famílias para acompanhamento. A triagem, porém, para decidir pela inclusão ou não da família em acompanhamento, foi feita de forma virtual, quando antes era realizada na primeira visita do grupo. E em função da pandemia, nenhuma família foi desligada.

Para isso, foi realizada campanha para arrecadação de alimentos e recursos financeiros para suprir as necessidades das famílias. No total, foram distribuídas 2.966 cestas básicas e outras 242 foram entregues em situação emergencial. Foram 336 famílias cadastradas beneficiadas.

Os voluntários da Comunhão doaram artigos de primeira necessidade, como fraldas, material de higiene e limpeza para que a assistência aos idosos não sofresse descontinuidade. Foram montados e distribuídos 1.425 kits de material de higiene e limpeza.

Durante a pandemia foram distribuídas 8.000 máscaras para as famílias assistidas da Comunhão e da Villa Cristã.

No início do ano, nos meses de janeiro e fevereiro, 480 pessoas foram beneficiadas semanalmente com sopa. Com a pandemia, essa atividade foi interrompida. Mas nos meses de outubro, novembro e dezembro com a agregação do Grupo Caravana do Amor foram distribuídas semanalmente 300 marmitas.



Mayse Braga: “Aquilo que você impediu que o outro tivesse volta para você”

terça-feira, abril 6th, 2021

Baixe este post em PDF

Às vésperas de comemorar, em julho, 45 anos de palestras no primeiro sábado de cada mês, a oradora e médium Mayse Braga apresentou o tema Justiça no último dia 3 de abril, com transmissão pelo canal da Comunhão no YouTube.

Mayse iniciou comentando a pergunta 879 de Kardec em O Livro dos Espíritos: “Qual o caráter do homem que pratica a justiça em toda a sua pureza?”. A resposta dos espíritos foi: a prática do amor e da caridade, sem os quais não há justiça.

A oradora segue relembrando o caso do apedrejamento da mulher adúltera, quando Jesus propõe, aos que a querem condenar, que atire a primeira pedra os que não tiverem pecados. Ao ver todos irem embora, Jesus diz para a mulher que ele tampouco a condenava, que seguisse e não voltasse a pecar. “Para Cristo, justiça era fazer com que o coração pudesse retomar à vida da melhor forma possível”, enfatiza Mayse.

Justiça também, segundo a palestrante, é o resultado de nossos atos, sejam nesta ou em outra existência. “Quantos de nós não temos hoje vidas complicadas por que trouxemos de volta para nosso coração pessoas que foram nossas vítimas em outras existências?”, questiona.

Mayse salienta que esses encontros nunca são por acaso e que os responsáveis por orientar nossas reencarnações praticam a justiça ao nos proporem reajustamentos, seja em família, na profissão, e em todos os aspectos de nossa vida. E faz um alerta: “Aquilo que você impediu que o outro tivesse volta para você. Justiça também é isso. Por isso, não invejemos os poderosos, as autoridades, a menos que estejam usando o poder para o bem”, pondera.

Acompanhe a palestra na íntegra:



A visão espírita sobre eutanásia, suicídio assistido e aborto

quinta-feira, abril 1st, 2021

Baixe este post em PDF

O programa Papo Espírita desta semana apresenta a segunda parte do tema Bioética e Espiritismo, com a médica cardiologista Dra. Débora Moraes.

O episódio fala sobre as questões da eutanásia, do suicídio assistido e do aborto. No programa anterior, os temas foram doação e transplante de órgãos, e fertilização in vitro.

Dra. Débora apresenta a visão materialista e hedonista da vida, que sustenta o utilitarismo do ser humano e a busca incessante pelo prazer. como os fundamentos para a prática da eutanásia, do aborto e do suicídio assistido. “Se a pessoa não é mais útil ou não pode mais ter prazer, para que existir”? Essa a base filosófica que justifica o suicídio assistido e a eutanásia, segundo a entrevistada.

Sobre o aborto, recentemente liberado de forma ampla na Argentina, Dra. Débora classifica como um grande retrocesso coletivo.

Acompanhe as profundas e instigantes reflexões sobre estes temas da bioética na visão espírita. Afinal, não sabemos se nos depararemos com situações parecidas que nos levem a alguma tomada de decisão no futuro.



Responsabilidade na comunicação é tema de palestra do presidente da Comunhão

quinta-feira, abril 1st, 2021

Baixe este post em PDF

Em palestra realizada nesta quarta, dia 31, no auditório da Comunhão, o presidente Adilson Mariz explanou sobre o tema da responsabilidade na comunicação. “É impossível vivermos sós. É o que diz a lei de sociedade em O Livro dos Espíritos, a qual nos diz que para o espírito evoluir é necessária a inter-relação. Toda essa comunicação exige responsabilidade”, disse ao iniciar a palestra.

Ele alertou para as mensagens que estão sendo publicadas nos telejornais. “Não são mensagens que nos tocam profundamente para avaliarmos a qualidade daquilo que somos. São mensagens que trazem apenas o lado trágico da vida humana. Não que devamos esquecê-lo, mas não podemos respirar isso o tempo inteiro. O bombardeio de informação, a qualidade das mensagens e a responsabilidade de quem as leva até as pessoas deve ser avaliado”, alertou.

Segundo Mariz, a própria Comunhão Espírita precisou adaptar sua comunicação para os tempos atuais, de forma a que a mensagem de Jesus nos chegasse cada vez melhor. Como resultado, ele informou que somente no ano passado o canal da Comunhão no YouTube registrou 8 milhões de acessos. “È a qualidade da informação que chega na ponta. Temos a obrigação de falar do amor, da esperança, de que a vida não termina”.

E lançou a questão: “Como anda a nossa comunicação? Será que estou vigilante com minhas emoções e pensamentos? Se dou vazão a pensamentos inadequados, estarei em troca com o mundo espiritual. Que tipo de emoção eu estou transmitindo? O que está me motivando? Se eu não tiver esse cuidado, eu posso me arrepender”, afirmou.

Acompanhe a íntegra da palestra:



Cantando a Doutrina traz Cesar Tucci dia 3 de abril

quinta-feira, abril 1st, 2021

Baixe este post em PDF

Talvez o nome César Tucci seja pouco conhecido fora do meio artístico espírita, mas, com certeza, muitas de suas composições são frequentemente ouvidas e cantadas pelos espíritas.

Nos anos 80, esse natural de Santos (SP) começou a participar de festivais de música espírita, entre eles o famoso Festival de Canção Espírita de Franca (FECEF), realizado nessa cidade paulista, onde morou por 15 anos. Também em Franca, César participou do Projeto Cancioneiro Espírita, que resultou em 5 CDs, com canções para crianças, jovens e adultos, hoje todas disponíveis para download gratuito pelo site do projeto.

No início de 2020, César criou o canal “Eu, Compositor Espírita”, com a intenção de deixar como legado o registro de suas composições, as histórias de como nasceram as canções, dicas para quem deseja compor e referências a outros compositores espíritas.

Caso queira conhecer (ou recordar) as composições de César Tucci, basta assistir à apresentação que ele fará no Cantando a Doutrina do dia 3 de abril, às 17 horas. Será uma apresentação inédita e ao vivo pela Internet

O evento será apenas transmitido pela Internet, através do site da TV Comunhão (www.tvcomunhao.com.br) ou pelo canal da Comunhão no Youtube (https://www.youtube.com/user/comunhaoespirita1).